Gabriel Andrade

História:

Gabriel Andrade começou no universo musical no ano de 1995 e o seu primeiro instrumento foi a guitarra. Músico autodidata, Gabriel foi desenvolvendo dentro da música tentando tirar as músicas favoritas de ouvido, claro que não era uma tarefa muito fácil e ao longo do tempo foi  aperfeiçoando-se . A primeira banda dele foi a Icarus, banda que fazia tributo a grandes nomes do metal mundial. Com um posto vago na banda, ele assumiu o baixo e fizeram três shows no antigo Teatro da Boca Rica em Fortaleza-CE e com a rotina de ensaios da banda, Gabriel foi aprendendo todo o processo de agendar ensaio, ter compromisso com uma banda.

A banda Icarus acabou no ano de 2001 e Gabriel passou a se interessar mais por outro instrumento o teclado. Antes em 1997 o irmão o apresentou uma banda chamada Stratovarius e Therion.  O Stratovarius tinha acabado de lançar o disco Visions e quando Gabriel ouviu pela primeira vez os acordes iniciais de Black Diamond a decisão tinha sido tomada. Só que não tinha muito experiência em bandas e não tinha um teclado em casa. Chegando o ano de 2002 Gabriel adquiriu o seu primeiro teclado e foi convidado para ingressar na banda Ark Of Sin, uma banda de Death Metal Melódico e ficou na banda até o ano de 2005 como tecladista e realizou inúmeros shows com a banda e gravou com a banda: O EP “Where Evil Lies” com 06 faixas e o Promo “Fearless” com duas faixas.  Durante o ano de 2003, Gabriel passou a gerenciar o Ark Of Sin, ficando responsável pelos ensaios e por tomar decisões para a banda junto com os outros integrantes e no mesmo ano começou o projeto que iria se tornar o Coldness.

Durante o período de 2005 até 2009, Gabriel ficou longe de bandas por ter mudado para Sâo Paulo e ficou apenas tocando em casa no seu tempo livre. Com o retorno para Fortaleza em 2009 assume novamente a banda Coldness e lança o primeiro trabalho da banda, o promo “Sense of the Life”.

Em 2009 Gabriel foi convidado para realizar dois pockets shows com o guitarrista Timo Tolkki (Stratovarius, Revolution Renaissance e Symfonia) o primeiro pocket show foi realizado em Juazeiro do Norte e o segundo em Fortaleza, foi um evento muito importante para Gabriel, pois pode tocar no mesmo palco com o Timo que foi o compositor da música Black Diamond que o fez tocar teclado, os pockets ainda tiveram a participação de Gus Monsanto(Revolution Renaissance) e Marcelo Moreira (Almah).

Hobby:

Produção de eventos, estudar áudio, assistir filmes e séries.

Esporte:

Preciso praticar algo, pensando em andar de bike.

Influências Musicais:

Steve Harris, Timo Tolkki, Adrian Smith, Jens Johansson, Ludwig van Beethoven.

Links:

Email: gabriel@coldness.com.br
Facebook: www.facebook.com/gabrielcoldness
Instagram: instagram.com/gabcoldness